Câmara de BH abre concurso para níveis médio, técnico e superior As remunerações variam de R$ 3.187 a R$ 7.853.

AgenciaEmpregoJovem.org

As remunerações variam de R$ 3.187 a R$ 7.853. Inscrições estão abertas e podem ser realizadas até 4 de janeiro de 2018

A Câmara Municipal de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, divulgou o aguardado edital de concurso público. O processo seletivo visa ao preenchimento de 102 vagas para o quadro de pessoal, sendo seis reservadas a pessoas com deficiência.

Para os candidatos que possuem níveis médio e técnico, as funções são de técnico legislativo, de enfermagem, de saúde bucal e de segurança do trabalho. O salário inicial é de R$ 3.187.

Nível superior é requisito para os cargos de analista de tecnologia da informação (desenvolvimento de sistema), analista de tecnologia da informação (infraestrutura de sistema), arquivista, consultor legislativo (administração pública, orçamento e finanças), consultor legislativo (ciências sociais e políticas), consultor legislativo (saúde pública), coordenador do processo legislativo, dentista, engenheiro civil, médico clínico, procurador, psicólogo (área clínica), psicólogo (área organizacional) e redator. A remuneração é de R$ 5.561, exceto para o posto de procurador, cujo ganho é de R$ 7.853.

Inscrições
As inscrições deverão ser realizadas no período das 14h do dia 28 de novembro de 2017 às 16h de 4 de janeiro de 2018. A ficha de cadastro estará disponível no  aqui da Consulplan. Os valores da taxa para inscrição são de R$ 19,80 para níveis médio/técnico e R$ 40,10 para formação superior.

Inscrições para dois cargos serão aceitas, desde que as provas objetivas correspondentes sejam aplicadas em períodos distintos, especificados a seguir: turno I, para as funções de técnico legislativo; II, analista de tecnologia da informação, coordenador do processo legislativo, dentista, engenheiro civil, médico clínico e psicólogo; e turno II para os demais empregos.

Avaliações
Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva composta por questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de direito público, técnica legislativa e/ou conhecimentos específicos.

A avaliação discursiva consistirá, conforme o cargo, na elaboração de redação, parecer, projeto de lei, peça prático-profissional e resposta a questões dissertativas.

Os exames objetivos e discursivos do certame serão aplicados na data prevista de 18 de fevereiro de 2018, em locais e horários a serem divulgados, oportunamente, no site da Consulplan.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.